Menü überspringen
Transdutores magnéticos HEIDENHAIN

Prospectos

Transdutores magnéticos integrados

Os transdutores magnéticos integrados ERM são robustos, especialmente desenvolvidos para o uso em máquinas de produção. Com a possibilidade de diâmetros internos grandes e medições mínimas mais o design compacto, eles são indicados para aplicação:

  • no eixo C em tornos
  • em eixos circulares e articulados (como, por exemplo, para a regulação de velocidade e acionamentos diretos ou para a integração em relações de transmissão)
  • na orientação do fuso em fresadoras
    em eixos auxiliares

Guia de seleção

Aplicação

Requisitos

Interface

Série

Eixo C em tornos

diferentes diâmetros de eixos ocos
resistente a sujeira
montagem fácil

1 VSS, TTL
1 VSS
EnDat 2.2

undefinedERM 200
undefinedERM 2200
undefinedERM 2410

Eixos circulares e articulados

média a alta precisão
diâmetros amplos em eixos ocos
resistente a sujeira

1 VSS

undefinedERM 2200

Fuso principal em fresadoras

altas rotações
montagem em espaço compacto

1 VSS

undefinedERM 2400
undefinedERM 2900

Eixo C em tornos

Há anos, os transdutores ERM são os dispositivos de medição mais usados para o eixo C em tornos.
Além de sua resistência à sujeira, um item importante são os amplos diâmetros
internos, que permitem o processamento de barras sem nenhuma restrição.
Em função dessa disposição construtiva, a graduação do ERM geralmente se refere a um diâmetro bem maior do que a peça a ser torneada. Por isso, erros de posição do transdutor apresentam pouca influência na precisão da peça usinada.

Eixos circulares e articulados

Mesas circulares e eixos articulados necessitam de instrumentos de medição para a regulagem de localização e rotação que tenham altíssima qualidade de sinal . Os transdutores com padrões de medição ópticos, como a série RCN, satisfazem esses requisitos de forma perfeita. Também é possível utilizar os transdutores magnéticos integrados nos casos em que se necessita de uma precisão mediana. Com base nos seus períodos de sinal reduzidos de 200 μm, os ERM 2200 apresentam desvios de posição muito pequenos dentro de um período de sinal, favorecendo um comportamento uniforme do eixo. Além disso, as vantagens características da integração dos transdutores magnéticos como, por exemplo, a insensibilidade à sujeira e os amplos diâmetros internos, são muito úteis nessa aplicação.

Fuso principal em fresadoras

Os fusos principais pertencem aos grupos construtivos chave de uma máquina-ferramenta e exercem uma grande influência em sua funcionalidade. As suas características são determinadas por estrutura, acionamento e sistemas de armazenagem. Os transdutores utilizados também contribuem de forma decisiva com o desempenho. Eles precisam permitir rotações elevadas aliadas a uma suficiente robustez. Os ERM 2900 possibilitam rotações de mais de 40.000 rpm sem nenhum problema. Além disso, satisfazem os requisitos de dimensões compactas.
Se for necessário realizar as tarefas de fresa e tornearia em uma máquina, aumenta a exigência de precisão dos fusos principais. Determinados movimentos de processamento em componentes complexos são possíveis somente com a coordenação de eixos de avanço e posição dos fusos principais. Assim, por exemplo, na fabricação de uma rosca, a lâmina de corte em uma ferramenta de ponto único terá de assumir os níveis angulares definidos. Nesse caso, são utilizados os ERM 2400 com um período de sinal de 400 μm. Eles apresentam uma melhor precisão e têm, por exemplo, 600 traços em um diâmetro externo de 75,44 mm. Trata-se de medições bem superiores às obtidas com engrenagens de dimensões semelhantes.