Graduações, a base da alta precisão

O coração de um transdutor HEIDENHAIN é o seu padrão de medição, normalmente na forma de uma graduação com largura típica de linhas de 0,25 µm até 10 µm. Estas graduações de precisão são fabricadas através de processos inventados pela HEIDENHAIN (quer seja DIADUR ou AURODUR) e são o fator decisivo para a precisão dos transdutores. As graduações consistem de linhas e espaços com intervalos definidos e desvio mínimo, formando estruturas com altíssima definição de contorno. São resistentes às influências mecânicas e químicas assim como a vibrações e choque. Possuem também um comportamento térmico definido. 

Estruturas graduadas  Processos especiais de fabricação tornam possível a obtenção de estruturas graduadas tridimensionais, as quais possuem características óticas especiais. As divisões podem ser desde poucos mícrons até menos de um quarto de mícron.  
SUPRADURGraduações produzidas através do processo SUPRADUR funcionam como graduações tridimensionais, porém têm estrutura plana e são, portanto, praticamente insensíveis à contaminação.  
MAGNODURFinas camadas ativadas magneticamente no range de mícrons são utilizadas para a produção de graduações magnéticas muito finas.  
DIADURAs graduações de precisão DUADUR são compostas de uma camada de cromo extremamente fina sobre um substrato, normalmente vidro ou cerâmica. A precisão da graduação situa-se na faixa de mícron e submícron.  
AURODURAs graduações AURODUR consistem de traços de ouro altamente reflexivos. Graduações AURODUR são normalmente construídas sobre fitas metálicas.  
METALLURCom sua composição ótica especial de camadas de ouro reflexivas, apresentam estrutura praticamente plana. São particularmente tolerantes à contaminação.